• Mah Verçoza

Pole Dance : A Dança do Poder



POLE DANCE

QUANDO SE FALA EM POLE DANCE VEM À MENTE SEXO, E LAS VEGAS, É FATO.


Praticado há mais de 250 anos, o Pole Dance originou-se do Mallakhamb : Ginástica acrobática realizada por homens em sua maioria, sim, homens, quem diria... em países como Índia e China. Mallakhamb que significa “homem de força” ou “ginástica do poste”, considerada uma yoga praticada em um poste.


Utilizando postes de madeira , inicialmente e o uso de cordas para sustentação do corpo, fazendo uso dos vários músculos do corpo simultaneamente. Nada sexy hein!

homem praticando Mallakhamb
Mallakhamb

Reconhecido no Brasil e em inúmeros países pela sexualidade , o Pole Dance ultrapassa o Strip Tease, fazendo parte hoje das academias de ginástica como esporte.

Existe o Pole Fitness, e esportivo, assim como o balé clássico está ganhando espaço nas academias o POLE DANCE também está fazendo sucesso, e uma das finalidades é tonificação muscular, descreve Weslley Almeida, Coreógrafo.

Paralelamente, as mulheres estão buscando aprender Pole Dance pra melhorar a autoestima, consequentemente agradar seus (as) parceiros(as).

Da arte ao Esporte

Na verdade Pole Dance é uma arte.

Como não se imaginava além de feminina, é masculina.

Antigamente usava-se madeira, hoje uma barra de metal.

Os anos 90 observaram Fawnia (Canadense) praticando o pole dancing e trazendo a realidade para as mulheres comuns que começaram a aprender a modalidade como uma maneira de manter a forma.

Fawnia produziu o primeiro DVD com instruções de pole fitness e dança.


Pioneira do pole Dance
Fawnia

A partir do ano 2000, o pole dance se desenvolveu em gêneros diversos, do exótico ao Pole Fitness evoluído em 2006, que permitiu as mulheres comuns a utilizarem-se da técnica dentro das suas rotinas diárias de fitness.

É só sexual ?

Mito.

Segundo Weslley Almeida, dançarino e graduado em Dança pela UFS envolve muito mais que isso, temos acrobacias e movimentos. Mas não quer dizer que você não possa sensualizar, seduzir seu parceiro, também faz parte.


Hoje está sendo desmistificado, quebrando o tabu . Sendo levado para o lado esportivo, esporte, sim!

Treina diversos músculos, queima calorias, trabalha concentração, equilíbrio e resistência, além da autoestima que é o nosso foco no Mulheres de Hoje.

Com o crescente profissionalismo desse esporte, no Campeonato Mundial de Pole em Londres existem regras destinadas a afastar o pole sport das sombras dos clubes de strip - os trajes não podem ser muito reduzidos e não há movimentos sexualizados (nada de girar, mexer no cabelo ou moer).



 World Pole Sports Championships
World Pole Sports Championships
Uma curiosidade : Existem campeonatos de Pole Dance mundo afora, Brasil, Eua , Canadá.

Você precisa ser magra para fazer pole dance ?

Não, nos EUA existe um trabalho magnifico feito no Studio chamado S Factor, que além de ensinar POLE DANCE, ensina aceitação do seu corpo, nada de Body Shaming, a mulher pode aprender POLE DANCE estando acima do peso.


O pole dance desperta a mulher para o auto conhecimento.

Além de não ser exclusivamente masculina,  como mostra Saulo Sarmiento, dançarino do Circo de Soleil, acrobata de Pole Dance: Saulo criou uma nova técnica e aparato - 'o pólo diagonal e voador'. Ele se tornou o campeão francês do Pole Art (2011) e o campeão do mundo Pole Art (2012), entre outros prêmios.
Saulo Sarmiento
Saulo Sarmiento
O Dançarino e coreógrafo Weslley Almeida diz que:
Existe o preconceito que vem sendo quebrado, filmes, peças , campeonatos, studios. Jennifer Lopez abriu o grande campeonato SuperBowl dançando Pole Dance, quebrou a internet e a TV mundial. Além de interpretar uma stripper no filme Hustlers, campeão de audiência.

jennifer lopez pole dance
jennifer lopez pole dance

Pole Dance eleva a autoestima, sua confiança, aceitação e melhora sua relação com a vida. Te empodera. Não tem idade.

Pode dance é desafiador. Mulheres de Hoje fazem POLE DANCE e adoram. É sensível e atlético.

A dança não é sobre satisfazer os homens, é sobre a mulher se reconstruindo dentro de seus próprios corpos, como mostra o documentário da Netflix, Strip Down - Rise Up , nele o público tem a oportunidade de conhecer a coreógrafa e professora de dança Sheila Kelley, fundadora da companhia artística SFactor, e seu trabalho para recuperar a autoestima de diversas mulheres por meio do pole dance. E da dançarina Amy Bond que tem 2 studios de POLE DANCE nos EUA.



 Strip Down, Rise Up (2021)
Strip Down, Rise Up (2021)
Valorização, recuperar a intimidade consigo mesma.

E o maior obstáculo ainda é o olhar masculino, e suas piadas de mal gosto, faz para mim ? Você faz pole dance para quem? É por dinheiro ? Infelizmente existe isso, e se fosse por dinheiro? Hoje existem studios especializados e instrutores de POLE DANCE, uma forma de ganhar dinheiro.


Se redescobrir, se recuperar, se reintegrar, além de brilhar: Pole Dance, é a Dança do Poder, sem tabus , sem demérito , além de recuperar sua autoestima, a dança irá no mínimo trabalhar seu corpo, melhorar sua relação sexual com seu parceiro(a) será uma ótima consequência.

Procure o local mais próximo para prática de POLE DANCE, tá esperando o que para ficar PODEROSA?


Mah Verçoza


Ouça o Podcast No Spotify : https://open.spotify.com/show/3U8OgwOJ5SbO5xKUlqcTCV?si=HuWlbk4ISTm2Z4Sz9LmzUA&dl_branch=1

Assista ao vídeo no Youtube : https://www.youtube.com/channel/UCjG6mYxjOUThDQQGvJvIiww

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo